.

.

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Entrelace...


A ligação do porto e o barco,
é amor, é amor ...
O porto recebe o barco,
O barco despeja sua carga no porto.

O porto precisa do barco para sobreviver,
O barco precisa do porto para não morrer.

Ah mas há do barco de tornar porto,
e o porto se tornar barco,
e com isso acontece, entrelace.

No Entrelace da alma,
Da palma,Da calma,
De vários portos e barcos,
Que por esses mares navegam.

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Além da janela...


O olhar além da janela,
A luz que faz sentir a vida,
Não, não é ninguém é apenas o mundo.

É perceber que existe mais,
E que o mais está ao lado,
Mais do que quem está junto.

É saber abrir e fechar a janela,
Permitir a brisa entrar, e não se jogar,
Sentir que algo além está aqui,
É encontrar a cura, para cá dentro.

É enxergar que o que importa não importa,
E o que não importa, importará.

terça-feira, 20 de abril de 2010

Presença.


Um chamado de dentro,
No meio de tanta gente,
Os olhos se fecham,
Se enchem de lágrima.

Não há explicação,
É um chamado de dentro,
Só eu e Você.

Sua presença está em mim,
E tudo que posso oferecer,
É pequeno diante do que me dá.

E no meio do nada, surge o tudo,
No meio da lágrima, o sorriso,
No meio do sorriso, uma Palavra,
Obrigada ... meu Deus.

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Uma Palavra ..


Linhas contínuas,
Espaço preenchido,
Uma palavra.

Que move a continuidade,
Afasta a paz,
Pois a luta é por ela.

De diversas formas,
Que pulsiona o acordar,
E que acalma o dormir.

"... O que não provoca minha morte,
faz com que eu fique mais forte..."
(Nietzsche)

quarta-feira, 14 de abril de 2010

É assim ...


O Outono que chega,
As folhas caem, voam
Levam um pouco de mim.

O sentido se surpreende,
O nome que faz gelar,
Os passos do sorriso,
O abraço do coração.

O Céu se abre,
As cores começam aparecer,
O vento traz o pólen da flor,
Renascer..

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Metade do Inteiro........


O inteiro que é a metade,
Que não completa e nem esvazia,
Que aumenta a metade , mas não é inteiro.

A metade que se sustenta,
O inteiro que alivia,
A soma que não calcula.

O inteiro que se distancia,
A metade que tenta alcançar,
Vazio...

" ...Sonho parece verdade,
Quando a gente esquece de acordar,
E o dia parece metade,
Quando a gente acorda e esquece de levantar..."
(O Teatro Mágico)